segunda-feira, 4 de julho de 2011

A SEMENTE DA SERPENTE



NEM TODOS SÃO FILHOS DE DEUS: A SEMENTE DA DISCREPÂNCIA
Havia duas árvores no jardim do Éden, uma era da vida e outra da ciência do bem e do mal (Gn 2:9). Na Bíblia a palavra “árvore”, muitas vezes, significa pessoa(s) (Mc 8:24; Pv 3:18; Nm 24:6). Como, por exemplo, João Batista falou de árvores se referindo as pessoas (Mt 3:10).
Em João, capítulo 6, versículos 51, 54 e 58, Jesus se apresenta como fonte de vida eterna, e quem comer Dele nunca morrerá. E em I João 5:11 diz que a vida eterna está em Jesus (compare com Gn 3:22).
Portanto, a árvore da vida tem que ser a pessoa da vida, que é Jesus. Se a árvore da vida é uma pessoa, então, a árvore da ciência do bem e do mal também é uma pessoa, Satanás. Em Ez 28:13-17 diz que ele estava no Éden. Mais abaixo voltamos a discorrer sobre a “árvore da ciência do bem e do mal”.
Importante ressaltar que Gn 1:27-28 fala da criação do homem espiritual (“E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”). O corpo do homem só foi feito depois em Gn 2:7,21-22 (”E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” [...] “Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.”).
Eva foi engana pela serpente (Gn 3:1) e Ap 12:9 diz que a serpente era o diabo (Satanás, Lúcifer, Maligno, ...), ou seja, sempre na Bíblia quando fala em serpente está se referindo ao diabo (Ap 12:9; 20:2).
A Bíblia não diz que o pecado foi comer uma maçã ou qualquer outra coisa; pois isso é contrário as palavras de Jesus em Mt 15:11,17-19:
“O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
(...)
Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora?
Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem.
Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.”


Marcos 7:15-23:
“Nada há, fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai dele isso é que contamina o homem.
Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.
Depois, quando deixou a multidão, e entrou em casa, os seus discípulos o interrogavam acerca desta parábola.
E ele disse-lhes: Assim também vós estais sem entendimento? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar,
Porque não entra no seu coração, mas no ventre, e é lançado fora, ficando puras todas as comidas?
E dizia: O que sai do homem isso contamina o homem.
Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios,
Os furtos, a avareza, as maldades, o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.
Todos estes males procedem de dentro e contaminam o homem.”


Se essa estória de fruta literal fosse verdade, as crianças não poderiam até hoje comer essa determinada fruta para não perderem a ingenuidade e adquirirem a malícia.
Os falsos ungidos são rápidos em negar a verdade, mas não sabem dizer o que seria então o fruto proibido, chegando ao absurdo de dizer que seria uma fruta qualquer e quem se limita a concordar com eles e se satisfazem com essa resposta infantil não passa de um acomodado, preguiçoso e satisfeito/conivente com as coisas no mundo atual.
Somente o ato sexual tira a inocência das pessoas até hoje. Nenhuma fruta ou fruto literais conseguem fazer isso (Gn 3:7). Vez que a arvore da vida é uma pessoa (Pv 3:18, Mc 8:24) por que a arvore da ciência do bem e do mal não seria uma pessoa também? Veja: Gn 3:11 - "E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?" Diz "quem" e não "o que".
Só existe uma coisa que é agradável aos olhos a ponto de despertar o desejo de modo incontrolável (excetuando a fome e a sede em pessoas que não tinham o que comer ou beber há muito tempo; o qual não foi o caso deles que possuíam várias iguarias à disposição); é o sexo, ou seja, a concupiscência (Gn 3:6). Pois quando um homem vê as partes íntimas (genitária, “vergonhas”) de uma mulher fica excitado (lhe desperta o desejo, que é a concupiscência).
Sem querer as pessoas usam expressões que demonstram isso, como “comeu da fruta”; “viu a fruta dela”; “não gosta da fruta”; “fulana deu para fulano” ... Usam a expressão “comer” se referindo ao ato sexual (conjunção carnal, cópula), e na Bíblia foi usada da mesma forma. Por causa desse motivo Davi disse o Sl 51:5 – “Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe.” [vide nota no final] (Jó 15:14 e 25:4; João 3:6).
Concupiscência é o desejo desenfreado pelo sexo, causa do adultério, fornicação, prostituição, torpeza, homossexualismo, promiscuidade, estupro ... (Rm 1:24-32).
Pois Adão e Eva eram como duas crianças inocentes e ingênuas que estavam peladas e não se envergonhavam, pois não tinham entendimento, ou seja, não sabiam que estavam peladas (Gn 2:25); como crianças só se envergonharam quando alguém lhes deu esse entendimento malicioso, lhes ensinando a terem relações sexuais (Gn 3:11,7).
Comparando Gn 2:17; 3:3-7 com Tg 1:13-15 percebe-se que quem tentou Eva foi o diabo (Ap 12:9; 20:2 com Mt 4:3; Mc 1:13; Lc 4:2; I Ts 3:5; I Cor 7:5). Deus disse que se comessem do fruto proibido morreriam (Gn 3:3) e em Tg 1:15 diz que a concupiscência gera a morte; pois ela procede do maligno (I João 2:16), por isso Tg 1:14 diz que cada um é tentado quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência, pois o causador dela é o maligno. Ou seja, foi o maligno que pos tal sensação no gênero humano. Por esse motivo Cristo não nasceu do ato sexual (Jó 14:4 c/ Ap 5:2-5; Rm 5:12,15), ou seja, foi concebido sem pecado.
Deve-se resistir a vontade da carne (concupiscência dos olhos, concupiscência da carne, ...) – Rm 6:12-13; 13:14. Pois a carne com sua concupiscência é contrária ao Espírito (Gl 5:16-17; Ef 4:22). Assim todos que nasceram pelo sexo pecaram (Rm 5:12 c/ Ecl 7:20; Gn 8:21; I Rs 8:46).
Pois quem se deleita na concupiscência são os filhos do maligno (Col 3:5-7; I Pe 1:14; 2:11), bem diz Jd 16,18-19 que os que se deleitam na concupiscência (os sensuais) não possuem o Espírito (Santo), portanto não são filhos de Deus.
Em razão disso é que Paulo, que permaneceu solteiro, disse em I Corintios 7:7-9:
"Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra.
Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.”


A serpente era uma criatura ereta, mais semelhante ao homem do que o chimpanzé, era quase-homem, podendo falar e raciocinar (por isso Esaú era peludo – Gn 25:25; 26:23 – Revista Veja, 07/06/1995, p. 129, “Los peludos”; hipertricose: http://veja.abril.com.br/idade/em_dia/tv_capa.html e http://www.fenomeno.matrix.com.br/fenomeno_cripto_1_hominideos-lobi.htm), tanto que fez Eva conceber, ou seja, a árvore da ciência do bem e do mal (Satanás) incorporou na serpente. Em outras palavras, o diabo ungiu o animal chamado serpente, como em Mt 8:31; Mc 5:12; Lc 8:33, onde espíritos malignos (demônios) ungiam porcos. Daí a expressão “espírito de porco”; por isso o porco é tido como um animal imundo (Lv 11:17; Dt 14:8), símbolo da imundície (Pv 11:22), símbolo de endemoninhados escarnecedores (Mt 7:6), de apóstatas (II Pe 2:22). Semelhantemente o cão (Pv 26:11; Fp 3:2; Ap 22:15). Por isso quando se fala em cães na Bíblia se refere aos filhos do diabo (II Rs 8:11-123; II Sm 9:6-8), compare I Rs 21:19 com Gn 9:4; Lv 17:11 com sl 55:23; Is 59:7. Veja também Sl 22:16; 59:5-8; Is 56:10-11.
Por esse motivo Deus mudou todos os ossos da serpente destruindo totalmente sua forma original (Gn 3:14).
Por isso Gn 3:15 fala de duas sementes (a de Eva com Adão e a da Serpente com Eva). Se a semente da mulher foi um varão (Cristo) que veio sem a participação do homem (mas do Espírito Santo); ou seja, não nasceu do resultado do sexo (Mt 1:20). Então a semente da serpente também não veio de homem, mas do espírito maligno (Satanás) através da participação da serpente pelo ato sexual; pois o diabo é criatura e não criador (Rm 1:25), não lhe sendo possível criar (fazer como Deus fez em Maria); mas só pode perverter (adulterar/corromper a criação de Deus).
Como a semente da mulher foi Deus produzido em carne humana, assim a semente da serpente foi Satanás entrando no gênero humano. Mas como Satanás foi criado (criatura e não criador) não poderia ter feito como Deus fez em Maria; por isso precisou usar a serpente, incorporando-se nela como os demônios nos porcos em Lc 8:33.
Antes que Adão desposasse Eva, a serpente já o tinha feito (ou seja, foi a serpente quem desvirginou Eva, a qual era mulher de Adão), logo depois de algum tempo de ter experimentado o fruto (sexo) com a serpente foi repetir a dose com Adão. Assim Eva praticou o adultério, e Adão errou em aceitar a adúltera de volta (Ex 20:14 com Mt 5:31-32; 19:9 com Dt 22:20-21). Assim da relação com a serpente nasceu Caim, que, portanto era do maligno (I João 3:12); e da relação com Adão nasceu Abel e depois Sete.
Por isso em Mt 5:45 Jesus disse que envia chuva sobre justos e injustos, e Hb 6:4-8 fala que aqueles que participaram da chuva (unção) do Espírito Santo e da pregação da Palavra, e voltaram atrás (II Pe 2:22) não tem mais perdão. Veja Nm 14:22-23; 13:25-31.
Caim e Abel eram gêmeos resultantes de duas fecundações (cópulas, conjunções) diferentes ocorridas num curto intervalo de tempo entre uma e outra. Caim manifestou as características espirituais de seu pai (diabo), ou seja, a ciência do bem e do mal (I Cor 2:14; Tg 3:15); e as animalescas, que é a sensualidade, (Jd 16,18-19; Os 4:11; Rm 7:5; 8:9; Tg 3:15; I Cor 2:14) da serpente. Um bom exemplo disso são os cães que cheiram um o traseiro do outro. Veja Rm 1:27.
Duas conjunções carnais seguidas podem resultar em gêmeos de pais diferentes (Exemplo, Gn 25:22-23 e 27:41). Isso já foi cientificamente provado inúmeras vezes.
Gn 4:1 não diz que Caim é filho de Adão, mas sim de Eva. Veja: "(...) com auxílio do Senhor." Já em Gn 5:3 - "E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sete." Claramente repudia Caim, vez que é filho bastardo de Eva (Dt 23:2).
Eva é a mãe de quase todos (exceto/menos de Adão), mas Adão não é o pai de todos (por isso muitos fariseus se apegam a mãe, pois não querem reconhecer quem é o pai deles).
As duas sementes [1) Os filhos de Adão com Eva e 2) O filho de Eva com a serpente incorporada por Satanás] estão narradas na parábola do trigo e do joio (Mt 13:24-30), onde Deus plantou a boa semente (Adão, dele Eva e de ambos Abel e Sete) e o diabo introduziu o joio (Caim) no meio do trigo. Repare que antes de Jesus falar do joio e trigo como sendo pessoas (portanto dois tipos de pessoas = impios e justos), ele falou a parábola do semador (Mt 13:5-8, Mc 4:3-8 e Lc 8:5-8), onde expressamente diz que o inimigo colocou a semente dele no meio da semente de Deus.
Os críticos citam Gn 4:17 insinuando (mentindo) dizendo que o santo Enoque seria filho de Caim. Mentira! Não são a mesma pessoa. Há dois Enoques. Em Gn 4:25 mostra que Abel e Sete eram da mesma linhagem/descendência e que ambos eram diferentes de Caim (“E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.”).
Citam, ainda, Atos 17:26 – “e de um só fez todas as raças dos homens ...” insinuando (mentindo) que Adão é pai de todos e, portanto, que não haveriam duas linhagens. Explica-se facilmente a suposta contradição. Eva foi gerada de Adão (proveio da costela de Adão) e em Eva foram geradas as duas linhagens, portanto de Adão (primeiro homem) surgiu a humanidade, mas ele não é o pai de todos, pois Eva foi adultera. Assim, por Eva ter sido gerada de Adão, os filhos de Eva não poderiam existir sem que de Adão fosse gerada Eva.
E, também, citam Gn 4:1 insinuando (mentindo) que Caim é filho de Adão. Ocorre que a seqüência cronológica dos fatos está em Gn 3:6 e não em Gn 4:1. Logo em seguida Eva ter perdido a virgindade com a Serpente foi correndo ter relações sexuais com Adão também, dessas duas cópulas seguidas surgiram Caim e Abel.
Em Gn 5:1-18 e Lc 13:24-30 não menciona Caim como sendo filho de Adão e Judas 14 e I Crônicas 1:1 confirmam que Enoque é o sétimo depois de Adão (Adão, Abel, Enós, Cainã, Maalaleel, Jerede e Enoque), portanto, Enoque não é da linhagem de Caim.
Gn 3:20 diz que Eva é a mãe de quase todos, mas não diz que Adão é o pai de todos (ou que todos são filhos de Deus), pois seria mentira.
Em Gn 4:1 Eva disse que adquiriu um varão do Senhor (consagrou seu filho bastardo a Deus, mas Deus despreza os bastardos - Dt 23:2), pois sabia que não era filho de Adão (mas da serpente) e não queria dizer (admitir, reconhecer, confessar) que era filho da serpente, e como só Deus é o autor da vida (vez que só Ele é Criador), disse que procedeu de Deus.
Quem teve o privilégio de ler os livros do historiador romano Flavio Josefo, sabe que a linhagem de Caim e a linhagem de Sete são totalmente distintas. Da linhagem de Caim provieram todos os homens maus; já da linhagem de Sete vieram todos os santos (Mt 1:1-16). Mas quem acredita em contos de fada e crê que todos são filhos de Deus e que não existe Inferno (pois Deus não mandará seus filhos ao Inferno e se houver Inferno, estará vazio por todos irem para o céu) e que todos os caminhos [religiões, crenças, credo, dogmas, filosofias, teologias, etc] levam a Deus [mas na verdade levam a Roma/Babilônia espiritual], a Verdade não faz sentido, pois lhes condenam e se recusam a reconhecerem que estão errados e quem não confessa seus erros e se rende a Palavra de Deus será lançado ao Inferno.
Caim, por inveja, matou seu meio irmão Abel (Gn 4:8); como no caso de um dos filhos de Abraão perseguir o outro para matar (Gn 4:22-23,28-31); como Jesus que, por inveja, foi entregue a morte (Mt 27:18); e, como Jasom, que, também, por inveja, desejaram matá-lo (At 17:5). Jesus falou que aqueles que o perseguiam eram filhos dos assassinos dos profetas e culpados do sangue de Abel e de todos os justos (Lc 11:47-51) e a primeira bigamia foi realizada por um descendente de Caim (Gn 4:17-19). Se isso não for a descrição de uma linhagem o que mais poderia ser?
Isso explica porque Deus se auto-entitulava que era o “Deus de Abraão, de Isaque, de Israel, ....” (Gn 28:13; Ex 3:16; Dt 30:20; I Reis 18:36; I Crônicas 29:18; Mt 22:32; Mc 12:26; At 3:13), pois estava citando a linhagem dos seus.
Enoque (da linhagem de Adão – Gn 5:1,22) foi arrebatado aos céus (GN 5:24; Hb 11:5), como Elias foi (II Reis 2:3,5,11) e como os cristãos (Noiva de Cristo) serão (I Tess 4:17).
Gn 6:2 diz que os filhos de Deus (Gn 5:1 – linhagem de Adão com Eva) tomaram para si as filhas dos homens (linhagem de Caim que é filho da serpente com Eva), pois eram formosas (sensuais), como em Nm 25:1-8; 31:14-16 (Veja Dt 36:2; 7:1-4,16).
Ez 28:17 fala de Lúcifer sendo belo, já Is 53:2 fala de Jesus sem aparência ou formosura. Isso (mistura das linhagens/sementes) irritou a Deus que não gosta de nada híbrido (Gn 1:11; Lv 19:19), proíbe o casamento de seus filhos com os pagãos (filhos do diabo) – Gn 28:1; Ex 34:15-16; I Cor 7:39. por isso o Sl 106:32-35 diz que Moisés falou imprudentemente em Nm 31:17-18, deixando de exterminar completamente os ímpios deixando casarem com as pagãs (Jz 9:1-4 com 1:27-36). Veja Is 2:16; 11:3.
A linhagem da serpente são os fortes e grandes (Gn 6:4; Nm 13:33, I Sm 17:4,24,33,42,49 [Golias]), e poderosos (I Cor 2:6; Jó 34:20; Lc 1:52; I Cor 2:8).
Noé e sua família foram salvos do dilúvio; e Noé era da linhagem de Adão (Gn 5:1,30), e Deus abençoou sua descendência, ou seja, sua linhagem (Gn 9:8-9). Entretanto, Cam (ou Cão) era da linagem de Caim e acabou entrando na Arca de Nóe (Gn 9:18). Enquanto que os filhos de Deus são abençoados (Gn 9:8-9, 12:3, 13:14-15, 17:7, 26:4, 28:13, 35:12), a semente da serpente é amaldiçoada (Gn 9:25-26).
A linhagem de Adão vivia em tendas (Gn 9:21; 12:8; 25:27; Lv 23:43), ou seja, eram errantes não vivendo em lugar fixo como casas (não estabelecendo cidades portanto) Is 14:21.
Mas pelo fato de que pela arca de Noé passou um da descendência da serpente (Gn 9:25,22; 28:1) surgiu dele (Cam ou Cão) os poderosos da terra (Gn 10:6,8), poderosos caçadores (Gn 10:9; 25:27) que começaram a edificar cidades (ao contrário da linhagem de Adão que vivia em tendas), como Ninrode (Gn 10:9; Mq 5:6), e a torre de Babel (Gn 10:9-10; 11:4-9), a qual era uma desobediência a Deus (Gn 9:11).
A linhagem de Caim deu origem aos grandes inimigos dos judeus/Israel (Gn 10:6-20 e I Crônicas 1:8-16): aos filisteus (Gn 10:14 com I Sm 13:5; Ez 25:16). Canaã, filho Cam ou Cão (Gn 10:15; 9:22,25) gerou Sidom (Gn 10:15 c/ Ez 28:21; Mt 11:21; Lc 10:14), e deu origem aos jebuseus e amorreus (Gn 10:16 c/ Ex 23:23), e aos girgazeus e heveus (Gn 10:16-17 c/ Dt 7:1-2), e aos cananeus (Gn 10:18 c/ Ex 23:23); habitaram em Sodoma e Gomorra (Gn 10:19 c/ 13:13; 19:24) onde era comum o homossexualismo (Gn 19:5-9 c/ Rm 1:24-32).
A torre de Babel foi o princípio de Babilônia (Sinear), que se deslocou para Assíria (Mq 5:6). Gn 10:6-20 mostra os descendentes de Cam, os quais se fixaram na Arábia Meridional, no Egito Meridional, na orla oriental do mar mediterrâneo e na costa setentrional da África. (Isso não significa que todos eles permaneceram em tais lugares).
Os descendentes de Canaã (v.15-19) estabeleceram-se num território que denominou-se Canaã, o qual posteriormente se tornou a pátria do povo judeu depois de terem massacrado seus moradores anteriores (Gn 12:6-7; 15:18; 26:3-4; Ex 6:4; Js 1:3-4; 11:16-22; 16:1-24; I Cr 16:18).
Abrão descendente de Sem (Gn 11:10,26) teve sua descendência abençoada (Gn 12:3), mas Ismael (Gn 16:1,16) é da linhagem da serpente (Gn 37:27; Gl 3:8,16), pois Isaque e sua descendência é que recebem a benção de Abraão (Gn 21:9-10; 26:2-4; Gl 4:22-23). Veja Gn 9:8-9.
Na barriga de Rebeca estavam as duas sementes (Gn 25:22-23) como em Eva (Gn 4:1-2). Esaú que era peludo (Gn 25:25) era perito caçador (Gn 25:27; 10:9). E Jacó, seu irmão, habitava em tendas (Gn 25:27; 12:8; 9:21; 26:25).
Esaú desprezou e vendeu sua primogenitura (Gn 25:31,34; Hb 12:16), como Judas desprezou e vendeu Jesus (Mt 26:14-15).
Por isso Deus era com Jacó e não com Esaú (Rm 9:11-16; Ml 1:2-4). Esaú tomou mulheres das filhas de Canaã (Gn 36:2; 28:1), e de heteu (Gn 36:2 com Ex 34:11-12; Jz 3:5-6). Esaú odiava a Jacó porque ele tinha as bênçãos (Gn 27:41 c/ 4:8).
Esaú foi o pai dos idumeus (Gn 36:9 c/ Nm 20:18), e pai de Amaleque (Gn 36:12 c/ Ex 17:14). E para concluir, Esaú que é Edom (Gn 36:31) foi o primeiro povo a ter rei, antes que houvesse rei em Israel (Gn 36:31), e quando Israel teve seu primeiro rei foi imitando as nações (I Sm 8:5-7) o que foi abominável para Deus (Lv 20:23).
Mas nem todos, teoricamente, da linhagem da serpente são ímpios, como foi o caso da cidade de Nínive (Gn 10:11 c/ Jn 3:5-10), e de Abraão que Deus mandou sair do meio de sua parentela (Gn 12:1), já que seu pai era pagão (Js 24:2).
Em Mt 3:7-9 João Batista chama os fariseus de víboras por terem dito que são filhos de Abraão (como hoje todos se dizem ser filhos de Deus). E Jesus os chamou (xingou) da mesma coisa (Mt 12:34) e que essa linhagem foi a que sempre matou os profetas de Deus (Mt 23:33-35 com João 8:44; Ap 21:8 e 22:15). Por causa disso, os ímpios são maus desde o nascimento sendo como víboras (Sl 58:4-6) e Jesus os chamou de filhos do diabo (João 8:44-47) quando se disseram descendentes de Abraão (João 8:37). Como também fez Paulo (At 13:3-5,8-11). Veja, também, Os 13:12-13 com 4:17; Mt 23:15; Lc 16:8; Rom 9:8; Gal 4:28-31; Ef 2:2-3 e 5:6; Hb 12:8; II Reis 2:23-25).
Salmos 140:3 (Rm 3:13-17; Sl 58:4; Mt 12:34-37) diz que o veneno das víboras está debaixo da língua, ou seja, está se referindo a mentira, pois são como seu pai, o diabo (Ap 12:9 e 20:2), o qual é o autor/pai da mentira (João 8:44, Sl 5:6, I Tim 4:2, I João 2:21, Ap 21:8,27 e 22:15).
Não é só o homem que passa suas características aos filhos, mas a mãe também. Por exemplo, se o pai é de cútis negra e a mãe é de cútis branca, não significa que todos os filhos nascerão de cútis negra. Pesquise sobre as experiências de Mendel.
Como, por exemplo, no cruzamento de gatos inteiramente pretos, não necessariamente, se obterá filhotes todos inteiramente pretos; alguns serão malhados (em parte preto e em parte branco) e poderá até ter algum inteiramente branco. Mas no espiritual, só os inteiramente “brancos” ("ovelhas brancas") são de Deus; pois crêem na totalidade da Palavra (e não apenas em parte - Ap 3:15-16), manifestam a totalidade da Palavra (e não em parte). Ou melhor, no meio dos ímpios pode acontecer de ter um da linhagem de Adão; uma explicação disso é Ex 20:5 e Dt 5:9, onde a “ovelha branca” está livre da maldição caída sobre seus ascendentes. Ou, em outras palavras, a maldição e a benção não são precisamente sobre os descendentes, mas sim sobre a linhagem (maldição para a linhagem de Caim e benção para a linhagem de Sete).
Dt 20:10-20 e Nm 31:14-18 demonstram isso. As mulheres que se convertiam ao Deus de Israel podiam casar com eles; mas as pagãs (praticantes de fornicação espiritual e carnal que não se convertiam) eram mortas (Ex 34:12,15-16). Um bom exemplo é a prostituta Raabe (Js 6:17,21-25; Hb 11:31; Tg 2:24-26), a qual consta na linhagem messiânica (Mt 1:5).
Por tudo isso é que no reino dos céus não haverá crianças (pois ninguém mais nascerá) e obviamente não se terão mais órgão sexuais. (Lc 20:34-35; Mc 12:25 c/ Is 65:20). Por isso, do mesmo modo, os anjos não possuem sexo.
A “ciência do bem e do mal” em parte é boa e verdadeira, e em parte é má e mentirosa; como a apostasia que é a mesclagem (mistura, sincretismo) da verdade com a mentira. Exemplo é o fato dos remédios apesar de curarem enfermidades possuem efeitos colaterais (pois procede da ciência humana), enquanto que os medicamentos naturais (remédios homeopáticos) não possuem efeitos colaterais (pois procedem diretamente de Deus – Gn 1:11-12).
Por causa disso I Tim 6:20 diz para tomar cuidado com aquilo que falsamente (enganosamente) se chama ciência (I Cor 8:1 com Tg 4:6; I Cor 13:8), E Lc 11:52 fala dos estudiosos da ciência que nem entram no reino dos céus, nem deixam os outros entrarem (Rm 2:17-24). Os descendentes de Caim foram os primeiros a dominar os metais (Gn 4:22 com I Cor 2:6) e inventaram outras coisas, por isso Jesus disse que a verdade é escondida doa sábios e entendidos (Mt 11:25) e que os filhos do mundo são mais prudentes do que os filhos da luz (Lc 16:8); ou seja, do que os filhos de Deus (I João 1:5).
Os filhos do diabo usam dos mais variados ardis (artimanhas, estratégias, estratagemas, ...) , dão as mais variadas desculpas para não crerem na Palavra de Deus. Citam a ciência negando as Escrituras. Segundo os cientistas é impossível alguém andar sobre a água, citando para tanto a lei da gravidade, dando todo tipo de explicação para tentar convencer a todos que ninguém pode andar sobre as águas; mas não é isso que diz a Bíblia (Mt 14:25-29; Mc 6:48-49; João 6:19). O que dizer então de II Rs 20:8-11; Js 10:12-15?
Além de que pela ciência é impossível alguém multiplicar pães e peixes em fração de segundos (Mt 14:14-21; Mc 6:34-44; Lc 9:12-17; João 6:5-13; Mt 15:32-39; Mc 8:1-9). Parece contraditório, mas o mesmo tempo em que a ciência ajuda a salvar vidas (medicina), a ter uma vida mais confortável (automóvel, avião, TV, rádio, computador, fax, telefone celular, ...), ela nega a Palavra de Deus. Por quê? Porque ela vem da árvore da ciência do bem e do mal (Ap 2:9; 3:1-6; Ez 28:13-17) que é Lúcifer (diabo). Por isso Jr 49:16; Ob 4; Am 9:2; Jr 51:53.
O carro pode ter tornado as viagens mais rápidas e confortáveis do que antes, mas estatísticas mostram que morrem mais pessoas em acidentes de carro do que em guerras, A TV pode ter tornado mais fácil o acesso as informações, mas também é um meio de torpeza, imundície, orgias ... uma verdadeira escola do que não presta.
O avião então, pode ser um excelente meio de transportes, mas o que dizer dos constantes acidentes aéreos? Ou melhor, ele também é usado nas guerras destruindo cidades com mísseis ou com a bomba atômica que foi usada no Japão. A máquina de raios-x pode ser muito útil na medicina, mas quem constantemente fica exposto a seus raios fica com câncer ...
A medicina pode ser um meio para curar as pessoas, mas muitas vezes faz as coisas pela metade (amputação de membros, curas parciais, efeitos colaterais, dependência de medicamentos e equipamentos, ...) e ainda muitas vezes é inerte, ineficaz, inapta, incapaz...; afirmando que nada pode fazer pois (segundo ela) não há cura. Mas Deus mostra que há cura, e Deus não dá as coisas pela metade. Deus não precisa amputar membros para salvar vidas.
Pela medicina fazem mudanças de sexo; isso e abominável para Deus (Dt 23:1). Sodoma e Gomorra foram destruídas pelo fogo por abominações semelhantes (Gn 19:1,5,24); faz as mulheres gerarem filhos sem estarem casadas (Dt 23:2) ...
Alem do fato de gastar rios de dinheiro com médicos e nem sempre se consegue a cura; mas Deus a concede de graça (Mt 9:20-23; Mc 5:34-35; Lc 8:43-48); alem do fato da ciência precisar fazer transplante de córnea para dar visão aos cegos, Jesus não precisa e cura ate cegos de nascença (João 9:1-7)...
Um bom exemplo é Lucas, que era médico (Col 4:14) e se entregou ao verdadeiro Médico (MT 9:12, Lc 4:23, Dt 32:39, II Cr 16:12-13, Jó 13:4, Os 11:3, Mt 4:23 e 9:35).
Em suma, em parte a ciência é boa e útil, mas também nega a Palavra de Deus; e quem não crê na Palavra de Deus é condenado (Mc 1:15, 16:16, Lc 24:25, João 20:31, Jd 5). Em parte a ciência diz a verdade e em parte a mentira, como em Gn 3:4-5,22 onde a serpente (Satanás) não mentiu em relação à conhecerem o bem e o mal, mas mentiu quanto a não morrerem.
Basta apenas adulterar (modificar, alterar, mudar, ...) um pouco (Ap Ap 22:18-19, Mt 5:18, Lc 16:17) para ser condenado. Como em Mt 4:5-6 onde o diabo recita o Sl 91:11-12 omitindo apenas uma frase (At 20:29 com Mt 7:15-23, Js 11:15).
I Cor 2:6 diz que a sabedoria dos santos não é a sabedoria deste mundo. At 7:22 com Hb 11:24-27 diz que Moisés deixou de ser o futuro Faraó do Egito para se ajuntar aos amassadores de barro (I Cor 1:18,21 e ;7, 3:19; Sl 1:1; Pv 3:5; Mt 11:25 com Lc 21:14-15; Lc 10:21 com 12:11-12; II Cor 11:3; Gn 3:1).
Exemplo disso é o fato de Pedro ser iletrado (At 4:13); de Jesus não ter freqüentado escolas (João 7:15, Mt 13:54-55); Jeremias ser analfabeto (Jr 45:1 e 36:4,18,32), pois quem ensina é Deus pelo seu Espírito e não os homens com suas doutrinas, teologias, tradições, ciências, ... (João 6:45 e 14:26, Rom 8:14, Mt 15:9 e 16:11). Do mesmo modo, Paulo que era letrado/estudado (At 4:13), que foi instruído para ser o sucessor de Gamaliel (At 22:3 com 5:34 e 21:40 - o qual era o grande líder dos fariseus), devido a esse veneno teológico farisaico (teologia da denominação religiosa fariséia) perseguia os Cristãos (At 8:3, 9:1-2, 22:4, 26:10-11; I Cor 15:9; Gal 1:13; Fp 3:6) pensando estar fazendo um favor a Deus (At 22:4-5, 26:1,9-11; João 16:2); mas se converteu (At 9:1-20; 22:3-10,18,21 e 26:12-18), desprezando a posição (cargo, posto, hierarquia, ...) que teria junto aos fariseus e os erros (“ensinamentos”) passados.
Por isso seus antigos colegas (fariseus) o perseguiram (At 9:28-29), o prenderam (At 21:27-28) e tramaram matá-lo (At 9:23-25 e 23:12,14-15).
Pois foram os doutores da lei que na verdade rejeitaram a Palavra de Deus (Lc 7:29-30; 11:46,52; II Tim 4:3-4; I Tim 1:7; II Pe 2:1) e eram hipócritas (Lc 11:45-54), ou seja, diziam uma coisa e faziam outra. Apesar de serem mestres (estudados, professores, doutores, cultos, sábios, ....) nas Escrituras/Lei não compreendiam a Palavra (João 3:1-3,10). Pois só se sabe a verdade pela revelação divina (I Cor 2:9-16 com Mt 16:15-17).
Por esse motivo Paulo, apesar de sua muita educação e muitos estudos teológicos, disse que sua pregação não consistia em palavras persuasivas de sabedoria humana (I Cor 2:4 e Col 2:4).
*Nota. O Salmo 51:5 citado no texto em algumas Bíblias católicas está remanejado em 51:7 ou em 50:7.
Basiado na mensagem pregada pelo Rev. William Marrion Branham 1958.
Judas 14 e I Crônicas 1:1 confirmam que Enoque é o sétimo depois de Adão (Adão, Abel, Enós, Cainã, Maalaleel, Jerede e Enoque), portanto, Enoque não é da linhagem de Caim

13 comentários:

  1. “Eles dizem que um filho do diabo nunca pode chegar a ser filho de Deus, como tampouco um filho de Deus pode chegar a ser um filho do diabo; porque são de naturezas diferentes...” (7º ITENS IMPORTANTES DA BÍBLIA que você precisa saber página, 32).



    Algo criado por Deus pode ser tornar instrumento do diabo?

    A voz do 7º anjo escreveu:

    “como tão pouco um filho de Deus pode chegar a ser um filho do diabo; porque são de naturezas diferentes...” (7º ITENS IMPORTANTES DA BÍBLIA que você precisa saber página, 32).

    No texto de Ezequiel 28: 15 consta o seguinte:

    “Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado até que se achou iniqüidade em ti.” (RA)

    O texto acima faz referência de Satanás antes da queda, ele era o querubim o sinete da perfeição, era cheio de sabedoria e formosura. O autor da critica desconhece as Sagradas Escrituras quando ela mesma nos diz o que é se tornar filho de Deus e se tornar um filho do diabo.
    Certa ocasião Jesus disse: que os fariseus os lideres religiosos da época, tinham por pai o diabo, mas eles diziam que eram filhos de Abrãao, mas Jesus dizia com toda autoridade vós não sois filhos de Abrãao porque a vossas obras não testificam que sois filhos de Abrãao, e Jesus afirmou em João 8. 44:

    “Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.” Jo 8:44
    “E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” Gn 3:15

    No texto de Gênesis 4 consta o seguinte:

    “E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um varão.” Gn 4:1

    Após o pecado no Éden e a expulsão do homem e da mulher, o capítulo quatro de Gênesis faz a narrativa do nascimento do primeiro filho do casal Adão e Eva. A Bíblia diz que Adão conheceu Eva e não a serpente conheceu Eva, conforme Branham e seus pastores afirmam em suas mensagens. Eva ficou tão agradecida em dar luz há um menino que ela disse: Eu alcancei do Senhor um varão.
    No capítulo quatro e versículo seis de Gênesis vimos que Deus diz a Caim por te iraste e porque descaiu o teu semblante, mas Caim não ouve Deus, prefere dar lugar ao pecado prefere ser desobediente a palavra de Deus, conforme seus pais fizeram no Éden.

    A seita Tabernáculo da Fé diz que um filho do diabo não pode vim a ser tornar um filho de Deus. Se Caim era filho da serpente conforme eles afirmam em suas literaturas. Porque Deus disse para ele dominar seu pecado, pois já estava a porta?
    A ira incontida de Caim exibiu-se imediatamente. Sua fúria logo se acendeu, revelando o espírito que se aliava em seu coração. Caim tornou-se um inimigo de Deus e hostil para com seu irmão. Assim, o orgulho ferido produziu a inveja e o espírito de vingança. E estes deram à luz ao ódio consumidor e à violência que torna possível o homicídio.
    Porque Deus aconselhou Caim a fazer o bem e não praticar o mal?

    “Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás.” Gn 4:7

    Desse ponto de vista chegamos à conclusão, William M. Branham não sabia o que falava; suas doutrinas era baseado em falácia, e em sua própria experiência no dia a dia com visões e aparecimentos de anjos, seu ministério não tem respaldo bíblico, portanto é outro evangelho conforme o apóstolo Paulo disse em Gálatas 1:8.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A semente da serpente não se cansa de buscar explicações para se fazer filhos de Deus! Lamentável...

      Excluir
  2. Você diz:
    "Eva é a mãe de quase todos (exceto/menos de Adão), mas Adão não é o pai de todos."
    Porém a Bíblia diz sobre Adão:
    "E de um só fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação." Atos 17:26

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ADÃO COMEU DO FRUTO? E a ADÃO DEUS disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e COMESTE da ÁRVORE de que te ordenei, dizendo: Não COMERÁS dela: MALDITA [ é ] a terra por causa. Gn 3:17!! A Terra foi amaldiçoada pq Adão comeu do Fruto da árvore proibida vc esqueceu!!? Veja o que Deus disse: COMESTE da ÁRVORE... Deus deu ênfase a árvore, portanto ser comer da árvore era ter RELAÇÃO SEXUAL ADÃO FOI TRAÇADO!!??

      Excluir
    2. Vc se diz pastor Antonio Marcos, mas não passa de um cego guiando outros cegos... ai de quem acredita ser tua ovelha.

      Excluir
    3. A Bíblia diz que Deus, pela sua mão, formou a serpente enroscadiça:
      Jó 26:13 "Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça."
      No entanto, o livro de Gênesis diz que a serpente amaldiçoada só começou a andar sobre o ventre dela após a maldição. De que espécie era a serpente do Éden antes da maldição?
      7 - Toda espécie dela foi amaldiçoada ou somente ela?

      Excluir
  3. Quem é esse anônimo que nem se quer se identifica ?

    ResponderExcluir
  4. O fruto não foi o ato sexual,pois Deus disse:sede fecundos,multiplique se e povo em,a terra; o fato que se esta iguinorando por falta de interpretação é que o fruto na verdade é a palavra que satanás falou pra Eva,e o falso incenamento ou doutrina,quando ela deu credito as palavra de satanás,ela se alimentou,comeu,consumiu,por isso Jesus disse: acautelar se do fermento dos fariseus;e disse também: eu sou o pão da vida a quele que se alimentar de mim não gerar mais fome;amigos irmãos, observe sabemos que Jesus é o verbo de Deus,portanto Jesus quem se alimentar da palavra,observe Jesus falou:o que contamina o homem não é o que entra pela boca,mais o que sai da boca porque sai do coração,pois do coração procede o pecado,(porque o coração está contaminado pele pecado),satanás contaminou o homem ou a humanidade com o pecado,fez através da palavra mentirosa o ser humano Eva desobedecer a Deus e por vês Adão, reais não conhecendo as es criaturas,a palavra de Deus se discerni espiritualmente,conferindo as coisas espiritual com as espirituais.

    ResponderExcluir
  5. Satanás sabia que a desobediencia afastaria o homem de Deus,pois ele mesmo por quebrar as ordens divinamente estabelecidas por Deus foi separado de Deus,e separado de Deus esta separado da vida,por isso o salario do pecado e a morte,foi isso que ele fez assim como ele arrastou a terca parte dos anjo com seu engano fasendo eles o seguirem,assim enganuo a Eva com o engano de suas palavras,me desculpe mas vcs precisam reavaliar seus conceitos,sabemos que o alimento espiritual é a palavra,a doutrina da palavra de Deus é o alimento que da a vida eterna,e a doutrina do mundo gera a morte.

    ResponderExcluir
  6. Satanás sabia que a desobediencia afastaria o homem de Deus,pois ele mesmo por quebrar as ordens divinamente estabelecidas por Deus foi separado de Deus,e separado de Deus esta separado da vida,por isso o salario do pecado e a morte,foi isso que ele fez assim como ele arrastou a terca parte dos anjo com seu engano fasendo eles o seguirem,assim enganuo a Eva com o engano de suas palavras,me desculpe mas vcs precisam reavaliar seus conceitos,sabemos que o alimento espiritual é a palavra,a doutrina da palavra de Deus é o alimento que da a vida eterna,e a doutrina do mundo gera a morte.

    ResponderExcluir
  7. Em Chicago, 300 ministros queriam tramar o profeta porque não acreditavam na doutrina da semente da serpente. Deus mostrou ao profeta que eles o queriam tramar. Deus os tramou: eles ficaram calados e quietos porque ninguém pode fazer frente à Palavra de Deus, ninguém pode ir contra a Palavra de Deus. Todas as denominações são diabólicas. No tempo dos apóstolos, não existiam denominações. Então não tem de existir denominações. Deus que os cristãos só tenham uma doutrina e não estejam divididos. Eu odeio denominações. Eu odeio denominações. Eu ODEIO denominações. ODEIO denominações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus quer que os cristãos só tenham uma doutrina e não estejam divididos. As denominações nunca foram de Deus. João Batista e Jesus Cristo foram rejeitados pelas denominações do seu tempo.

      Excluir
  8. Todas as denominações são diabólicas. As denominações são uma palhaçada. No tempo dos apóstolos, não existiam denominações. Que as denominações tenham vergonha na cara.

    ResponderExcluir